terça-feira, 12 de agosto de 2008

.

.

8 comentários:

Teresa do Mar disse...

Tantas árvores... e uma mulher serena entre elas.

gasolina disse...

Na fragilidade aparente esconde-se a força do querer, do saber o caminho, da vontade de ir além, mesmo que seja até à ponta do abismo.

Frioleiras disse...

adoro ... árvores...................

tina disse...

Escapadelas? A blogosfera está cheia de escapadelas!

galakteia disse...

bela fotografia!

Gasolina disse...

Não há mais árvores?

Ana Paula disse...

Uma fotografia magnífica!

Mónica disse...

verga?